Vacina da Pfizer segure 90% de eficácia contra Covid

Nesta segunda-feira (9), as empresas Pfizer (EUA) e BioNTech (Alemanha) se tornaram as primeiras a apresentarem resultados positivos em testes de imunizantes anti-Covid. O resultado preliminar da terceira fase de testes sugere mais de 90% de eficácia da vacina.

A terceira fase de testes do imunizante teve início no dia 27 de julho, com cerca de 43 mil voluntários em vários países. Aqui no Brasil, cerca de 3 mil pessoas estão participando do estudo. 

Durante a fase de testes, os voluntários foram divididos em dois grupos: metade recebeu a vacina e a outra metade o placebo (dose do imunizante sem efeito algum). A fase de testes consiste em comparar quantas pessoas contraíram Covid em cada grupo. O resultado comparado entre os dois grupos indica a eficácia do imunizante. Quanto menos pessoas contaminadas no grupo que recebeu a vacina, mais eficiente ela é. 

Do total de voluntários (43 mil), apenas 94 pessoas foram contaminadas. A Pfizer não informou quantas haviam tomado a vacina ou placebo, informando apenas a conclusão, de mais de 90% de eficácia, sete dias após a segunda dose da vacina e 28 dias depois da primeira. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *