Eleições 2020: proteção obrigatória na hora de votar

Este ano, devido ao novo coronavírus, o Tribunal Superior Eleitoral  (TSE), determinou o uso obrigatório de máscara no local de votação. Por isso, caso o eleitor chegue sem a proteção na seção será barrado e impedido de votar. 

Além da máscara, o cidadão deverá fazer a higienização das mães com álcool em gel antes e após o uso da urna eletrônica. O TSE vai disponibilizar frascos da substância nas seções eleitorais e para os mesários. Outra recomendação é que os eleitores levem as próprias canetas para assinar o caderno de votação. 

Este ano, a votação deverá ser mais rápida, já que apenas dois candidatos serão votados. Primeiro, o cidadão irá digitar os cinco dígitos do candidato escolhido para vereador e confirmar. Depois, será a vez de colocar os dois dígito do candidato escolhido para prefeito e confirmar, encerrando assim a votação. O eleitor pode levar sua “cola” eleitoral com os números dos candidatos para não se confundir e agilizar o processo de votação. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *