Conheça o perfil de Joe Biden, o novo presidente dos Estados Unidos

Nascido em 20 de novembro de 1942, Joseph Robinette “Joe” Biden Jr. é advogado, filiado ao partido Democrata, e conseguiu se eleger este ano para assumir o comando dos Estados Unidos, após uma eleição bastante conturbada. Biden foi o 44º vice-presidente do país norte-americano, entre os anos de 2009 a 2017. Exerceu seis mandatos consecutivos como senador pelo Delaware, mesma época em que presidiu importantes comitês do Senado. 

Biden  formou-se advogado em 1969, e logo foi eleito para o Conselho do Condado de New Castle, em 1970. Em 1972, sua eleição para senador lhe garantiu o título de sexto senador mais jovem da história norte-americana. No Senado, ele presidiu o Comitê de Relações Exteriores. Joe Biden fez oposição à Guerra do Golfo, porém defendeu a intervenção dos EUA e a OTAN na Guerra da Bósnia em 1994 e 1995. Além disso, ele foi a favor da resolução que autorizou a Guerra do Iraque em 2002, porém se opôs ao aumento das tropas norte-americanas em 2007. Biden liderou as campanhas para aprovação de legislações contra o crime violento e a violência contra as mulheres. 

Nos anos de 1988 e 2008, Joe Biden concorreu sem sucesso à nomeação democrata para as eleições presidenciais. Até que foi escolhido como candidato a vice-presidente pelo senador Barack Obama. Com a vitória, Biden passou a supervisionar os gastos em infraestrutura destinados a conter a Grande Recessão e ajudou a formular a política norte-americana em relação ao Iraque até a retirada das tropas do país em 2011. 

No ano de 2015, após muitas especulações Joe Biden anunciou que não iria concorrer à presidência no pleito de 2016. No início de 2017, ele recebeu de Obama a Medalha Presidencial da Liberdade com Distinção. Após seu segundo mandato como vice-presidente, Biden atuou como docente da Universidade da Pensilvânia.

Joe Biden é considerado um democrata moderado. Entre as opiniões políticas, ele apoiou o déficit público como forma de estímulo fiscal no rescaldo da Grande Recessão de 2009,o aumento dos gastos com infraestrutura proposto pelo governo Obama, o transporte em massa, o casamento entre pessoas do mesmo sexo e a descriminalização da maconha. 

1 Comentários

  1. paula tejano
    8 de novembro de 2020 - 5:43 pm

    esse cara nao e a quele que gosta de passar a mao em crianças ? lixo pedoleiro

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *