Guedes aguarda apoio do Senado para autonomia do Banco Central

De acordo com Paulo Guedes, ministro da Economia, a aprovação do projeto de lei, que viabiliza a autonomia do Banco Central, é fundamental para a modernização do Estado. Na noite desta quarta-feira (4), o ministro agradeceu ao Senado Federal por aprovar o texto e afirmou que conta com a ajuda da Câmara dos Deputados daqui em diante. 

Durante a cerimônia que marcou a abertura de mais de 100 milhões de contas poupança sociais digitais pela Caixa Econômica Federal, desde o início da pandemia, Guedes afirmou: “Contamos com o apoio da Câmara, que também deve aprovar (a autonomia do BC)”.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães afirmou que a instituição abriu cerca de 105 milhões de contas poupança sociais digitais. Criada com o objetivo de facilitar o pagamento do auxílio emergencial e do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a modalidade tornou-se permanente após o Congresso Nacional aprovar uma lei. Agora a poupança social pode ser ampliada para o pagamento de outros créditos e benefícios sociais, o que inclui estados e municípios. 

Em sua fala, o presidente Jair Bolsonaro fez agradecimentos aos empregados do banco estatal. De acordo com o governo, 67 milhões de cidadãos movimentaram essas contas, entre eles um número considerável não havia registro, não estava no mercado formal de trabalho e não dispunham de acesso a bancos. “Sabíamos dos 38 milhões de invisíveis. Essas pessoas nós tínhamos, de forma bastante rápida e objetiva, atendê-las, Isso não seria possível se não fosse a nossa Caixa Econômica Federal com seu quase um quarto de milhão de funcionários. Então a vocês, o meu muito obrigado, o meu eterno reconhecimento pelo trabalho de vocês neste momento difícil do Brasil”, declarou Bolsonaro.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *