Bolsonaro garante tratamento igual para vacinas contra a Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, em parecer encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), que  o governo não dará tratamento diferenciado as vacinas contra o novo coronavírus que estão sendo desenvolvidas pela Universidade de Oxford, com a farmacêutica AstraZeneca e pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac. 

O documento afirma que “A Consultoria Jurídica junto ao Ministério da Saúde assegura que não há tratamento diferenciado entre a vacina CoronaVac e a AstraZeneca”. O texto foi elaborado pela Advocacia-Geral da União (AGU) e recebeu a assinatura do chefe do Executivo.

O posicionamento de Bolsonaro ao STF vai de encontro ao que ele havia declarado desde 21 de outubro, quando determinou que o Ministério da Saúde cancelasse a assinatura de um protocolo que havia firmado a intenção do Executivo em comprar 46 milhões de doses da CoronaVac, caso ela venha a receber a certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *