Vice-liderança do governo no Congresso vai para o PL

Com mais um gesto claro de aproximação do Centrão, o presidente Jair Bolsonaro avaliou o nome do senador Jorginho Mello (PL-SC), para assumir a vice-liderança no Congresso. O cargo estava vago desde a saída do deputado Ricardo Barros (PP-SC), que virou líder do governo na Câmara. 

As lideranças e vice-lideranças são cargos de confiança do governo, responsáveis pela articulação política dos projetos do governo no Congresso. Mello foi escolhido pelo líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO). “É um nome excelente e foi responsável pelo Pronampe (programa de apoio às microempresas e pequenas empresas)”.

Essa nova configuração dos postos como a vice-liderança aos partidos do Centrão faz parte da estratégia do governo para buscar apoio entre parlamentares do bloco. E com isso, assegurar a sobrevivência política do governo em caso de crise, bem como  votação de matérias importantes. Neste momento, falta o governo decidir quem assumirá a vaga deixada por Chico Rodrigues (DEM), na vice-liderança do Senado. O Centrão também está pleiteando a vaga deixada pelo deputado, após ser flagrado com dinheiro na cueca pela Polícia Federal. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *