Contas públicas podem entrar “em trajetória explosiva”

De acordo com o governo, sem as reformas necessárias para contenção dos gastos, as contas públicas terão uma “trajetória explosiva”. Com isso é possível que aconteça o aumento a insegurança entre os investidores sobre a capacidade do governo em pagar a dívida pública. 

A avaliação foi apresentada na Estratégia Federal de Desenvolvimento para o Brasil, estabelecida através do decreto presidencial 10.531, publicado nesta terça-feira (27), no Diário Oficial da União.

Segundo informações do Ministério da Economia, o texto representa um planejamento orientado à retomada econômica que considera o pós-pandemia para atualização dos parâmetros, além de melhor colocação do país nos indicadores internacionais. De acordo com a pasta, essa estratégia irá “permitir a comparação dos resultados obtidos com as demais nações do mundo” e é “uma das premissas para a ascensão” do país à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *