Governadores e congressistas podem recorrer à Justiça pela vacinação

Governadores, deputados e senadores ameaçaram recorrer ao sistema judiciário para garantir que qualquer vacina disponível contra a Covid-19. As declarações foram feitas após o presidente Jair Bolsonaro declarar que não irá permitir que a vacina chinesa CoronaVac, seja incluída no Programa Nacional de Imunizações (PNI), mesmo com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

O governador do Maranhão, Flávio Dino, afirmou que não haverá restrições para garantir acesso da população ao medicamento. Em sua conta no Twitter, o gesto escreveu: “Não queremos uma nova guerra na Federação. Mas, com certeza, os governadores irão ao Congresso Nacional e ao Poder Judiciário para garantir o acesso da população a todas as vacinas que forem eficazes e seguras”.

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, reforçou o posicionamento de Dino: “A influência de qualquer ideologia em temas fundamentais, como a saúde, só prejudica a população. Defendemos que todas as vacinas consideradas seguras, avalizadas pelas autoridades, sejam disponibilizadas ao povo brasileiro. É preciso dar este passo na superação da Covid-19”, ressaltou. 

Além deles, Renato Casagrande, governador do Espírito Santo, fez críticas a politização da discussão sobre a vacina.  “Salvar vidas e libertar os brasileiros do coronavírus são objetivos que devem unir todos nós. Adquirir as vacinas, que primeiro estiverem a disposição, deve ser a meta primordial. Nesse contexto, não há espaço para discussão sobre assuntos eleitorais ou ideológicos”, declarou. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *