Guedes tira ministro do Conselho Fiscal do Sesc

Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (15), a dispensa do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, do Conselho Fiscal do Serviço Social do Comércio (Sesc). A troca do comando do Conselho, acontece duas semanas após Marinho entrar em conflito com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a teto de gastos do governo.

O texto da portaria não explica o motivo da dispensa, mas já nomeia um substituto para Rogério Marinho, na “função de membro titular, representante do Ministério da Economia, junto ao Conselho Fiscal do Sesc”. O escolhido para o cargo foi o ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luís Eduardo Ramos, que ao longo das últimas semanas acompanhou Paulo Guedes nas negociações sobre o financiamento do Renda Cidadã. 

O Conselho Fiscal do Sesc, faz parte do Sistema S, e é o “órgão da Administração Nacional responsável pela fiscalização financeira e pelo controle interno” da instituição. O Conselho realiza reuniões regulares e possui representantes do governo, do comércio e dos trabalhadores. A participação nos encontros, acarreta no pagamento de uma gratificação para os representantes da União, o que muitas vezes, faz o salário dos ministros que participam do órgão ficar acima do teto do funcionalismo público.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *