Primeiro lote de vacina contra Covid terá 140 mi de doses

O governo federal vem considerando duas fontes de fornecimento da vacina contra o coronavírus, para que o Brasil consiga atingir o número de 140 milhões de doses A primeira é um acordo firmado entre o país e a iniciativa COVAX Facility, que é liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A outra parceria do governo é o contrato já fechado com a AstraZeneca/ Universidade de Oxford. 

Com a COVAX, o governo pretende ter doses para vacinar 20.242.106 pessoas, divididas em três grupos: indivíduos com 80 anos ou + (4.441.053), pessoas com morbidades (10.766.989), além de trabalhadores da saúde (5.034.064). 

Assim como o imunizante projetado pela AstraZeneca/ Oxford, todas as vacinas candidatas do portfólio COVAX, preveem a aplicação de duas doses para imunização completa. Com isso, a estimativa de 140 milhões de doses seria suficiente para imunizar cerca de 70 milhões de brasileiros, o que corresponde a 33% da população. O governo ainda prevê a produção própria de doses para o segundo semestre, além da possibilidade de estabelecer acordos com outros fornecedores. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *