Ministério da Saúde deve divulgar plano de vacinação até dezembro

Segundo o secretário executivo do Ministério da Saúde, Élcio Franco, o Brasil tem expectativa de oferecer ao menos 140 milhões de doses da vacina contra a covid-19 no primeiro semestre de 2021. Ainda segundo Franco, o atual estágio dos testes apontam que a vacinação da população comece no primeiro trimestre do próximo ano. 

Um comitê do governo está avaliando como será o programa nacional de vacinação. A expectativa é que o Cadastro de Pessoa Física (CPF), documento obrigatório para todos os brasileiros, seja utilizado para o monitoramento de eventuais reações. “Diferente de outras campanhas, ela exigirá a identificação do cidadão, através do uso do CPF. Esse registro vai permitir o monitoramento constante de eventos adversos, todos os sistemas de comunicação estarão conectados”, afirmou o diretor do Departamento de Informática do SUS, Jacson Venâncio de Barros. 

O diretor ainda afirmou que um modelo de certificado de vacinação em PDF, com os dados do cidadão em QR code, está em desenvolvimento. O documento será emitido através de uma plataforma do Sistema único de Saúde (SUS), com isso cada vacinado poderá salvar ou compartilhar o comprovante, e o documento poderá ser validado por terceiros, inclusive com o uso de uma chave de segurança para garantir a autenticidade. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *