Moro sofre pressão para deixar o Brasil

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro vem sendo pressionado pela família para se afastar da política e a sair do país. Caso isso aconteça, Moro abre mão da possibilidade de disputar as eleições presidenciais em 2022. 

Segundo a colunista Mônica Bergamo, a esposa do ex-aliado de Bolsonaro, Rosângela Moro, tem afirmado a interlocutores que seu marido já contribuiu com o que tinha de contribuir para o país. De acordo com Rosângela, a disputa política partidária é “palco de embates selvagens”, o que não seria ideal para Sérgio Moro. A expectativa é que o ex-ministro passe algum tempo no exterior lecionando. 

Mesmo figurando como um dos nomes em potencial para 2022, o ex-juiz não vem demonstrando muito interesse em uma disputa nas urnas. Moro perdeu parte de sua influência política e sem conseguir apoio de parlamentares, viu suas contas nas redes sociais perder seguidores. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *