Como o PIX vai mexer com seu bolso?

Desenvolvido pelo Banco Central, o PIX nova forma de fazer pagamentos e transferências promete facilitar a vida financeira. A ferramenta não é um aplicativo, muito menos um novo banco, porém está ligado ao funcionamento das contas já em funcionamento dos clientes em alguma instituição financeira. 

Com a nova ferramenta, a expectativa do mercado é que DOCs e TEDs sejam substituídos, já que o PIX  é gratuito e está disponível a qualquer hora, sete dias por semana. O valor transferido por esse tipo de operação entrará na conta em até 10 segundos.

A ferramenta PIX tem como objetivo agilizar as transferências bancárias, seja entre pessoas físicas ou jurídicas, tanto para fazer transações como para receber pagamentos. Agora, será possível realizar compras e pagamentos a lojistas diretamente pelo celular, através do aplicativo da instituição bancárias do consumidor, sem a necessidade de dinheiro, cartão de crédito ou boleto. O PIX  também será utilizado pelos órgãos governamentais para que os cidadãos possam pagar contas e tributos de forma instantânea. 

O cadastramento oficial da nova ferramenta começa dia 5 de outubro, na próxima segunda-feira. Porém, vários bancos já estão realizando o pré-cadastro, que poderá ser realizado pelo site ou aplicativo da própria instituição bancária. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *