Lava-Jato faz buscas na Petrobras

Na manhã desta quinta-feira (10), a Polícia Federal deflagrou a 74ª etapa da Operação Lava-Jato, chamada de Sovrapprezzo. Nesta fase, o objetivo é aprofundar as investigações de um esquema de possíveis fraudes em operações de câmbio comercial contratadas pela Petrobras, através do Banco Paulista. As transações de compra e venda de dólares, realizadas entre 2008 e 2011, que atingiram o valor de R$ 7,7 bilhões, operacionalizadas por apenas três funcionários da gerência de câmbio. 

De acordo com o Ministério Público Federal, foram encontradas várias evidências de direcionamento incluindo de contratos e de majorações artificial das taxas de câmbio. Essas evidências apontam um dano aos cofres da Petrobras, preliminarmente estimado em US$ 18 milhões, o que corresponde a quase R$ 100 milhões, no atual câmbio. 

Aproximadamente, 100 agentes cumprem 25 mandados de busca e apreensão nas cidades do Rio de Janeiro (16), Teresópolis – RJ (3), e São Paulo (6). Um dos alvos das buscas está na sede da Petrobras na capital fluminense. As ordens da operação foram expedidas pelo juiz Luiz Antonio Bonat, da 13ª Vara de Curitiba. Ele ainda determinou o bloqueio de ativos financeiros dos investigados em contas no Brasil e no exterior até o limite de R$ 97 milhões. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *