“Respeitamos o teto de gastos”, afirma Bolsonaro

Na noite desta quarta-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro declarou que respeita o teto de gastos públicos. Além disso, ele afirmou que está buscando soluções para destravar a economia brasileira em meio à pandemia do novo coronavírus. “Nós respeitamos o teto dos gastos. Queremos a responsabilidade fiscal. E o Brasil tem como realmente ser um daqueles países que melhor reagirá à questão da crise”, afirmou. Em discurso =, na entrada do Palácio da Alvorada, o chefe do Executivo deu sinais para os avanços de privatizações de empresas públicas. 

“O Brasil está indo bem. A economia está reagindo e nós aqui resolvemos direcionar mais nossas forças ao bem comum, que queremos o progresso e o desenvolvimento”, declarou. Estavam acompanhando o presidente o ministro da Economia, Paulo Guedes, os titulares de pastas ligadas à área econômica, além dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

De acordo com os assessores presidenciais, o pronunciamento à imprensa teve como objetivo de fazer um gesto público à Guedes, um dia após ocorrer uma “debandada” na equipe do Ministério da Economia. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *