Bolsonaro nega devastação da Amazônia

Nesta terça-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o Brasil é criticado de “forma injusta” pela maneira como coordena a política ambiental e “que essa história de que a Amazônia arde em fogo é uma mentira”. 

De acordo com Bolsonaro, quem sobrevoar um trecho de 600 km da floresta entre Boa Vista e Manaus, por exemplo, não vai encontrar “nenhum foco de incêndio, nenhum quarto de hectare desmatado”. As declarações do chefe do Executivo foram feitas durante a videoconferência realizada com presidentes de países da Amazônia. Jair Bolsonaro ainda ressaltou aos demais chefes de Estado que “aos poucos, estamos mostrando ao mundo a realidade da Amazônia”. 

“Devemos resistir e mostrar a verdade acima de tudo, e, obviamente, continuarmos fazendo o possível e o impossível pela preservação da região. Essa floresta é preservada por si só. Até mesmo pela sua pujança, bem como por ser floresta úmida, não pega fogo. Então, essa história de que a Amazônia arde em fogo é uma mentira e nós devemos combater isso com números verdadeiros. É o que estamos fazendo aqui no Brasil.” declarou Jair Bolsonaro. 

Ao contrário das declarações do presidente, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostrou que o desmatamento na Floresta Amazônica cresceu 34% entre agosto de 2019 e julho de 2020. Em comparação ao mesmo intervalo anterior, a quantidade de queimadas na região cresceu em 28% no mês passado em relação a julho de 2019. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *