Rússia registra 1ª vacina contra novo coronavírus

Nesta terça-feira (11), o presidente russo, Vladimir Putin anunciou que a Rússia é o primeiro país no mundo a registrar uma vacina contra o novo coronavírus. Até o momento não foram publicados estudos sobres os testes com a “Sputink V”, nome dado ao imunizante. 

Na página da Organização Mundial da Saúde (OMS), a vacina russa está registrada na fase 1 de testes, sem nenhuma atualização sobre a segunda ou terceira etapas. Mesmo com o anúncio, pouco se sabe sobre a eficácia dessa vacina, que não está sendo vista com bons olhos pela comunidade internacional.

A Rússia anunciou também que o Brasil deverá participar da próxima fase de testes da vacina, que tem previsão para ser iniciada nesta quarta-feira (12). “Mais de um bilhão de doses foram encomendadas por 20 países”, declarou Kirill Dmitriev. De acordo com o fundo soberano, o início da produção industrial do imunizante, está previsto para setembro deste ano. 

A OMS comentou o anúncio da vacina, afirmando que a Rússia “não precisa de sua aprovação” para registrar a vacina. Além disso, o órgão declarou que precisará ter acesso às informações da pesquisa para avaliar a eficácia e a segurança da imunização para aprová-la. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *