Guedes afirma que poder econômico e político traz vantagens

Nesta quarta-feira (05), o ministro da Economia, Paulo Guedes declarou que grupos de apresentam poder político e econômico conseguem estabelecer estratégias para recolher menos impostos. A vantagem seria concedida por meio de desonerações previstas em lei ou simplesmente por contestações às cobranças. 

“Temos um regime tão ruim que tem [mais de] R$ 300 bilhões em desoneração [ao ano]. Ou seja, quem tem poder político consegue desoneração. E [há] outros R$ 3,5 trilhões de contencioso. Quem tem poder econômico simplesmente não paga e entra na Justiça”, afirmou o ministro que ainda declarou que esse procedimento deve ser corrigido. “É um sistema perverso, regressivo, ineficiente, é literalmente um manicômio tributário.”

A primeira parte da proposta do governo elimina diferentes regimes especiais de desoneração. Porém, grupos privados querem mantê-los. Com isso, o governo passou a estudar alternativas para manter alguns benefícios. O texto elaborado por Guedes já está em análise no Congresso e sugere fundir PIS e Cofins na nova CBS. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *