Bolsonaro se afasta de disputa para sucessão de Maia

Devido ao movimento de antecipação para sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ), para presidência da Câmara dos Deputados, o presidente Jair Bolsonaro decidiu que neste momento, o melhor é evitar gestos que contribuam para uma briga para o comando da Câmara dos Deputados.

O chefe do Executivo declarou a assessores que irá acompanhar as articulações políticas apenas como um observador. Porém, ele não teria descartado a possibilidade de mudar de posição, para apoiar um dos candidatos na véspera do pleito, em fevereiro de 2021. O próximo presidente da Câmara dos Deputados estará no comando durante o período eleitoral de 2022, quando Bolsonaro deverá disputar a reeleição para o cargo que ocupa atualmente. 

Segundo deputados que apoiam o chefe do Executivo, Bolsonaro trabalha de maneira discreta para fortalecer o líder do PP, o deputado Arthur Lira (AL), com o objetivo de tentar consolidar uma base aliada. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *