Sem filas para o tratamento de hepatites virais

Na última terça-feira (28), Dia Mundial de Combate à Hepatite, o Ministério da Saúde anunciou que a fila para tratamento de hepatites virais está zerada, além disso se comprometeu com a total eliminação da doença até 2030. Ao longo dos últimos 20 anos, 673.389 pessoas foram diagnosticadas com hepatites virais e entre 2000 e 2018, 74.864 óbitos pela doença foram registrados. 

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, “novos antivirais curam mais de 95% das infecções pelo HCV, vírus da hepatite C, isso faz com que a gente tenha uma luta e um sonho de participarmos plano de eliminação da hepatite C até 2030. O Brasil é signatário desse acordo”. O principal objetivo da eliminação da doença é a redução em 90% dos casos e a diminuição em 65% da mortalidade associada às hepatites.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *