Governo tem estoque com 4 mi de comprimidos de cloroquina

Os técnicos que compõem o comitê de emergência para o combate ao novo coronavírus, vêm alertando em reuniões do Ministério da Saúde para o risco de manter comprimidos de cloroquina parados em estoque. No início do mês de julho, havia uma reserva de 4.019.500 de comprimidos do medicamento. 

Durante uma reunião realizada no dia 25 de maio, o Ministério da Saúde negociou a vinda de cerca de três toneladas de insumos para produção de medicamentos no país. Os técnicos teriam aproveitado o momento para alertarem para os risco de manter o estoque parado. Porém, de acordo com o FolhaPress, o estoque do medicamento seria ainda maior, já que alguns estados teriam se recusado a receber a medicação. Ainda sem comprovação científica, a cloroquina é defendida por Jair Bolsonaro. O presidente afirma que está utilizando o medicamento em seu tratamento para combater o coronavírus. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *