Weintraub sugere adiamento do Enem

Através de publicação nas redes sociais, nesta quarta-feira (20), o ministro da Educação, Abraham Weintraub admitiu a possibilidade de adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por um período entre 30 e 60 dias. No Twitter, o ministro declarou que a decisão ocorre “diante dos recentes acontecimentos no Congresso” e após conversas com líderes do Centrão. 

O ministro havia anunciado que o governo realizaria uma consulta direta, através da internet, para que os candidatos inscritos na prova, estabelecessem a data em que o exame seria realizado. Na publicação de hoje, Weintraub reiterou que a participação na pesquisa poderá ser feita pela “Página do Participante”, com  senhas individuais no site do Inep. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *