Pazuello nomeia mais quatro militares para Saúde

O titular interino da pasta, Eduardo Pazuello nomeou mais quatro militares para o corpo de comando das ações de combate a pandemia do novo coronavírus. Desde que assumiu a pasta, o ministro interino nomeou cerca de 20 militares para trabalharem na linha de frente do Ministério. 

A inserção de militares na pasta foi uma das prioridades do presidente Jair Bolsonaro. Para ajudar na transição o chefe do Executivo indicou o almirante Flávio Rocha, chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE). Em seguida, o chefe do Executivo indicou Pazuello para ser o número dois do Ministério. Antes, a função era normalmente definida pelo próprio ministro, já que se trata de um dos principais  cargos de confiança. 

Para os técnicos do Ministério da Saúde, a militarização do órgão é uma demonstração clara de controle das decisões por parte do chefe do Executivo, com o objetivo de dar mais valor as interpretações políticas sobre as técnicas. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *