Maia defende auxílio para estados aprovado pelo Senado

Nesta segunda-feira (04), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu a votação do texto sobre o auxílio para estados e municípios já aprovado pelo Senado. O objetivo é garantir que o socorro chegue às unidades da federação ainda na primeira quinzena de maio. 

De acordo com o pacote aprovado no último sábado (02), pelos Senadores, está previsto uma ajuda de aproximadamente R$ 120 bilhões de socorro para estados e municípios, para o enfrentamento ao combate do coronavírus. Em contrapartida, o documento estabelece o congelamento dos salários dos servidores públicos por 18 meses, com pequenas exceções. 

Mesmo com o discurso de Maia, os governistas estão articulando para alterar o texto, e com isso ampliar o número de categorias que estarão livres para reajuste salarial. Essa modificação deverá ocorrer através de emenda de redação, não precisando voltar para análise do Senado. 

A alteração do texto foi chefiada pela Secretária de Governo nesta segunda-feira (04), porém encontrou resistência da ala econômica. Do total do valor já aprovado, R$ 60 bilhões seriam repassados diretamente aos cofres de estados e municípios, com a meta de recompor a perda de arrecadação com ICMS (imposto estadual) e ISS (municipal). 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *