Justiça autoriza a retomada de cobrança de consignados

Nesta terça-feira (28), a Justiça Federal derrubou a decisão em primeira instância que suspendia a cobrança dos empréstimos consignados dos aposentados por quatro meses. A determinação do desembargador Carlos Augusto Pires Brandão, do TRF da 1ª Região, ficam autorizados os descontos em folha de aposentados pelo INSS ou em regime próprio. 

Com a decisão favorável da Justiça Federal do Distrito Federal aos aposentados o Banco Central e a União entraram com recurso, com a justificativa de que a suspensão das cobranças traria consequências negativas à economia do país. A decisão “traz consequências práticas que podem inviabilizar a execução da política monetária, além de ter o potencial de causar grave lesão à ordem econômica e ao interesse coletivo neste momento de pandemia”, afirma o despacho.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *