Bolsonaro usa legislação para justificar acesso à documentos da PF

Nesta segunda-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro utilizou sua conta no Twitter para “justificar” o acesso aos relatórios da Polícia Federal. O chefe de estado declarou que a PF é subordinada ao Sistema Brasileiro de Inteligência, e reafirmou que “uma coisa é pedir informações sobre os inquéritos sigilosos em curso (o que nunca houve) e outra é ter acesso a conhecimento de inteligência produzido nos termos da lei (o que sempre foi dificultado)”. Com isso, o chefe do Executivo utilizou leis e decretos para defender que seja “alimentado com informações” para “tomada de decisões estratégicas”. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *