Onyx teria anunciado antecipação de pagamento sem autorização

Em uma postagem no Facebook, feita nesta quinta-feira (23), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, fez o anúncio de antecipação da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 sem autorização do governo. Bolsonaro escreveu a justificativa em resposta a um dos apoiadores, que usou as redes sociais para questionar o cancelamento. 

“Nada foi cancelado. Um ministro anunciou sem estar autorizado, que iria antecipar a segunda parcela. Primeiro se deve pagar a todos a primeira parcela, depois o dinheiro depende de crédito suplementar já que ultrapassou em quase 10 milhões o número de requerentes. Tudo será pago no planejado pela Caixa”, afirmou o chefe do Executivo. 

Veja aqui – Governo não irá antecipar 2ª parcela dos R$ 600

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *