Jurista pede que STF obrigue Maia a analisar impeachment

O ex-conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), José Rossini Campos do Couto Corrêa, solicitou à Corte que determine a Rodrigo Maia, presidente da Câmara, atue no pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro. Em sua solicitação, o jurista pede que o Supremo estabeleça o prazo de 15 dias para que Maia realize a análise do pedido de afastamento do chefe do Executivo. O texto do documento pede que Jair Bolsonaro seja removido do cargo. Rossini acusa Bolsonaro de quebra de decoro, ataques contra jornalistas, contrariedade às orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e apoio a atos que pedem o fechamento do Congresso e do STF. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *