Bolsonaro volta a criticar governadores

Ao lado de Nelson Teich, ministro da Saúde, o presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas às medidas restritivas dos governadores para o combate ao coronavírus. Além disso, o chefe do Executivo agradeceu à Luiz Henrique Mandetta pelo trabalho realizado à frente da pasta. 

Bolsonaro ainda comparou a saída de Mandetta do Ministério a um “divórcio consensual”. Ele declarou “ foi realmente um divórcio consensual. Acima de mim como presidente e dele (Mandetta) como ainda ministro está a saúde do povo brasileiro. A vida para todos nós está sempre em primeiro lugar.”

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *