Mandetta admite descompasso com governo

Durante entrevista coletiva, realizada nesta quarta-feira (15), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta declarou que há um descompasso entre ele, e o que o presidente Jair Bolsonaro defende. A entrevista  já apresentava um tom de despedida e o ministro afirmou ter apenas o caminho da ciência para oferecer. 

Ainda em sua fala, o ministro afirmou que sua equipe entrou unida e sairá unida, ressaltando que deseja que quem o substituir não busque se afastar do caminho da ciência. “Estamos aqui eu, Wanderson e Gabbardo. Entramos juntos, estamos juntos e sairemos do ministério juntos”, afirmou Mandetta. O secretário de vigilância em saúde, Wanderson Oliveira teve o pedido de demissão isolado rejeitado pelo ministro. 

Luiz Mandetta reforçou que apesar de não cogitar pedir demissão do seu cargo, deixou claro que sua saída do governo Bolsonaro já está definida. Segundo ele, sondados para sua vaga lhe fizeram consultas através de ligações. O ministro afirmou que existem três possibilidades para afastá-lo do cargo. “Uma quando o presidente não quiser mais o meu trabalho. O segundo é, imagine, que eu pegue uma gripe dessa e tenha que ser afastado. E a terceira quando eu sentir que o trabalho feito já não é mais necessário porque de alguma maneira passamos por esse estresse. Todas essas alternativas continuam e são válidas. Claramente há um descompasso entre o Ministério da Saúde, e isso daí a gente colocou, e deixa muito claro que a gente vai trabalhar até 100% do limite das nossas possibilidades”, declarou.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *