Weintraub afirma que calendário do Enem será mantido

O ministro da Educação, Abraham Weintraub declarou nesta terça-feira (14), que não há motivos para que o Enem 2020 ser adiado. “No ano passado já tentaram impedir que o Enem acontecesse. Esse ano vamos manter  o calendário, já abrimos as inscrições para quem não precisa pagar a taxa de matrícula e temos 2 milhões de inscritos. A oposição quer impedir que o Enem ocorra.”

Para o ministro já é possível prever as consequências no coronavírus na educação do país. “No segundo semestre a imensa maioria das pessoas vão estar vivas, com conta para pagar depois de uma crise monstruosa. Não é a primeira vez que tentam impedir o Enem e quebrar expectativa de 5 milhões de brasileiros. Você mobiliza uma geração inteira que quer entrar na faculdade e desestrutura a sociedade.” Ele ainda voltou a ressaltar que o adiamento do exame é inviável e que apesar de não ser o ideal será melhor que perder todo o ano de 2020. “Vamos selecionar as pessoas mais preparadas. O Enem nunca foi 100% justo, o objetivo é classificar pessoas inteligentes. O dinheiro influencia, mas pra isso existem as cotas”, concluiu. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *