Quando o Coronavírus chegará ao pico no Brasil?

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a previsão é que o coronavírus apresente o maior número de infecções durante o mês de abril, seguindo a curva de crescimento até junho, quando dará sinais de desaceleração. Estabelecer uma data exata para o ápice da doença não é tão fácil, já que diversos fatores, como o isolamento social e a capacidade de atendimento médico, interferem nos quadros estaduais da doença.

Segundo o epidemiologista Paulo Lotufo, da Faculdade de Medicina da USP, é provável que se tenha uma falsa impressão de um grande número de casos em um único dia. Porém, os resultados apresentados são de exames que já estavam aguardando há 10 ou 15 dias, na fila de resultados. “Na hora que o exame é colocado na linha do tempo, ele precisa ser colocado na data que foi coletado”, declarou.

Os testes não são o único fator para mensurar quando o pico da doença irá realmente ocorrer. Muitas notificações de óbitos por Covid-19 e de internações também estão demorando para serem notificados. De acordo com informações da FioCruz, há uma queda no número de internações por problemas respiratórios no Brasil. Por isso, o cientista Marcelo Gomes, que coordena a pesquisa da fundação, declarou que a demora em catalogar as informações nos bancos de dados em todo país, só poderia ser um dos fatores de influência nos relatórios na próxima semana. 

Um terceiro fator importante é que as regiões brasileiras irão passar o pico da pandemia em momentos diferentes, já que os estados registraram os primeiros casos em momentos diferentes. Por último, o fato de abrir as fronteiras em momentos distintos poderá contribuir para que novos casos apareçam em cidades em que a Covid-19 já tiver sido controlada. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *