Bolsonaro deverá sancionar auxílio de R$ 600 ainda hoje

O presidente Jair Bolsonaro declarou que pretende sancionar ainda nesta terça-feira (31), o projeto de lei que assegura o auxílio emergencial de R$ 600 aos trabalhadores informais e de R$ 1200 para as mulheres que são mães e chefes de família. A intenção do benefício é amenizar o impacto gerado pela crise do coronavírus na situação financeira das famílias, que tiveram perda total ou redução em sua renda. De acordo com ele, a regulamentação da concessão do auxílio deverá ocorrer “o mais rápido possível.” 

“Está pronto o decreto (de regulamentação), só dar uma olhada e meter a caneta. Quem vai pagar é a Caixa Econômica Federal. Ouvi ontem (segunda-feira, 30) alguns já reclamando: ‘não sancionou ainda?’ Foi ontem à noite que foi aprovado. Esse pessoal que reclamou, que tinha poder dentro do Congresso, tinha que ter aprovado no mesmo dia quando eu mandei para lá”, afirmou o presidente. 

A proposta foi aprovada na última quinta-feira (26), através de votação simbólica e remota na Câmara dos Deputados. Após intenso debate sobre o valor à ser pago, o presidente Jair Bolsonaro anunciou o valor do auxílio para os trabalhadores informais em R$ 600, com o objetivo de esvaziar o discurso da oposição no Congresso e voltar a assumir o protagonismo da medida. 

De acordo com a equipe econômica, o auxílio de R$ 600, deverá impactar em R$ 44 bilhões enquanto a medida estiver em vigor. Detalhes como o cronograma para o pagamento do auxílio ainda não foram decididos. 

Segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, o calendário de pagamento terá as mesmas regras do que foi utilizado para o saque-imediato do FGTS. Guimarães ainda informou que clientes da Caixa deverão receber os depósitos direto em suas contas bancárias, assim como o saque imediato. Os correntistas e poupadores de outros bancos poderão transferir os valores para suas contas sem a cobrança da taxa de transferência. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *