Bolsonaro afirma que Ceará passa por “guerra urbana”

Nesta quinta-feira (20), o presidente Jair Bolsonaro declarou que a situação no Ceará é de “guerra urbana”. Além disso, ele afirmou que  que com a chegada da Força Nacional ao estado “o bicho vai pegar”. As declarações foram feitas durante a live semanal, realizada através de rede social.

O estado do Ceará enfrenta uma grave crise na segurança em meio a uma greve dos policiais militares. A categoria declarou insatisfação com a proposta de reajuste salarial oferecida pelo governo local. 

Durante a transmissão, Bolsonaro declarou “o pessoal que está cometendo delitos, crimes nessas regiões, onde, por um motivo qualquer, por um motivo justo, estão indo as Forças Armadas para lá – tem que entender que o pessoal verde está chegando, e o bicho vai pegar. Porque, se é para tratar com flor essa galera, não fiquem enchendo nosso saco e vão pedir para outras instituições para cumprir esta missão. Isso é coisa de responsabilidade, coisa séria. Se estamos em guerra urbana, temos que mandar gente para lá para resolver esse problema.”

Segundo a Secretaria de Segurança do Ceará, cerca de 300 policiais militares do estado estão respondendo ao Inquérito Policial Militar (IPM) e a processos disciplinares por envolvimento no movimento. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *