Ao nomear Marinho, governo que reformar a articulação com o Congresso

Com a troca do comando do Ministério do Desenvolvimento Regional, o governo superou as expectativas de repercussões positivas. Logo após o nome de Rogério Marinho ser anunciado para a pasta, vários parlamentares do Congresso elogiaram a mudança. O próprio presidente recebeu elogios pela troca. 

A mudança de Marinho para o primeiro escalão do governo, tem um grande efeito colateral positivo. Agora será possível articular melhor uma relação do Executivo com o Congresso, inclusive para votação das reformas econômicas. 

Para o Planalto, o papel de Marinho é firmar sua imagem de interlocutor  favorito dos parlamentares com o Executivo. Entre as novas atribuições dele à frente da pasta estão o comando de programas como “Minha Casa, Minha Vida” e ações estratégicas no Norte, Nordeste e Centro-oeste. 

Rogério Marinho foi responsável pela articulação da reforma trabalhista, desde o governo do ex-presidente Michel Temer. O ministro possui um excelente trânsito com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *