Operação para resgate de brasileiros em Wuhan, começa hoje

O governo brasileiro envia nesta quarta-feira (05), dois aviões VC2 Embraer 190 à cidade de Wuhan, na China. O objetivo é resgatar os brasileiros que desejam retornar ao país, fugindo da epidemia do Coronavírus. Os aviões partem ao meio-dia e estão previstos para chegar à cidade chinesa durante a madrugada da sexta-feira. Os voos de retorno ao Brasil devem acontecer na manhã deste sábado (08). Eles seguirão  direto para a Base Aérea de Anápolis, onde o grupo ficará em quarentena.

A unidade da Força Aérea Brasileira (FAB), em Goiás, foi escolhida para receber os repatriados. Ao chegarem ao local, o grupo será dividido em três: branco, amarelo e vermelho. O período de quarentena será de 18 dias, conforme o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva declarou. “Fizemos o reconhecimento hoje (nesta terça-feira – 4) com os ministérios da Saúde, da Defesa e das Relações Exteriores a dois locais, e ficou decidido que a quarentena será feita na base aérea de Anápolis, que tem boas condições. E até chegarem os brasileiros, ficará melhor ainda dentro das condições sanitárias e de saúde que os protocolos estipulam. A base é uma área grande que as Forças Armadas possui e tem condição de aqueles brasileiros que chegarem, entrarem numa quarentena numa área branca, aqueles que não têm sintomas”, afirmou.

Azevedo ainda ressaltou que os brasileiros que apresentarem sintomas, que se enquadram naqueles característicos da doença, serão barrados no embarque na China. “Qualquer problema, temos ainda condição de passar para a área amarela, todos com apartamentos individuais e, caso necessário, para uma área vermelha, que será uma evacuação aeromédica para o hospital das Forças Armadas, em Brasília”, afirmou o ministro. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *