Governo estuda possíveis áreas para quarentena

De acordo com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o governo estuda montar a quarentena para os brasileiros de Wuhan, em Anápolis (GO), Florianopólis ou ainda em uma cidade do Nordeste. Porém, segundo o ministro a tendência é que a cidade giana seja escolhida. 

Durante o fim de semana, o governo decidiu que irá realizar uma operação de busca para retirar os brasileiros da cidade chinesa. Segundo, Lorenzoni, deverão voltar ao país aproximadamente 40 pessoas que seguirão direto em quarentena, para um local à ser definido pelo governo. Segundo o ministro, Anápolis é a opção mais viável por já ter passado por uma experiência semelhante, na década de 1980, quando aconteceu a contaminação com o elemento químico Césio, em Goiânia.  

“Há uma sinalização muito forte para Anápolis, porque no período do Césio, lá atrás, foi uma área militar que trabalhou com essa coisa do isolamento, que é importante para não permitir eventualmente um escape de vírus. Eles já têm uma bagagem nessa área, mas não há nada definido”, afirmou o ministro. “Uma das hipóteses é Florianópolis, que tem uma base que teria condição de fazer isolamento. Dentre outras alternativas, tem alternativas no Nordeste também. Isso ainda está em análise do Ministério da Defesa”, concluiu Onyx.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *