Brasil eleva nível de classificação, mesmo sem casos confirmados de coronavírus

Nesta segunda-feira (03), o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta declarou que o Brasil irá reconhecer estado de emergência em saúde pública, mesmo sem ter casos confirmados de infestados com coronavírus. De acordo com Mandetta, a medida tem “fins administrativos”, e viabiliza a repatriação dos brasileiros que estão em Wuhan. 

Atualmente, o Brasil tem casos suspeitos porém nenhum confirmado. Metade dos pacientes está em São Paulo, e ainda há suspeitas no Ceará (1), Paraná (1), Santa Catarina (2) e Rio Grande do Sul. 

A declaração do ministro foi feita após sua participação em uma reunião com outros ministros, no Palácio do Planalto. Segundo Mandetta através de um ato seu, o país está elevando para nível 3 a classificação de risco em relação ao coronavírus. 

“Vamos entrar em um nível 3 por um ato discricionário do ministro da Saúde, para poder dar as condições dos demais órgãos poderem fazer, por exemplo, como se faz um avião sair daqui e ir até a China e voltar, contratação. Como se monta, pessoas que vão ter que ser designadas para ficar em um ambiente que vai ser espaço de quarentena, equipamentos, enfim. Que é uma situação totalmente de atipia”, explicou o ministro. Ele concluiu afirmando que “a gente vai reconhecer para fins administrativos. A gente vai fazer para poder viabilizar inclusive essa operação [de repatriação], que ela vai de notar gastos.”

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *