Governo de Angola pedirá ordem internacional de prisão para Isabel dos Santos

Filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, a empresária Isabel dos Santos está sendo acusada de construir de forma ilegal uma fortuna de mais de US$ 2 bilhões. Atualmente, a empresária conhecida como “a mulher mais rica da África”  mora em Londres, onde tem uma vida luxuosa e possui uma casa avaliada em £$ 13 milhões.

O Ministério Público está acusando Isabel dos Santos de lavagem de dinheiro e desvio de verba pública. No início desta semana, cerca de 700 mil documentos foram divulgados na internet e apontaram vários esquemas ilegais envolvendo Isabel.

Até o ano de 2017, José Eduardo dos Santos, pai da empresária e um dos líderes do MPLA, esteve no poder como presidente. Após quase 40 anos, dos Santos passou a viver para família, assim sua mulher foi eleita deputada. Um dos filhos passou a administrar o fundo soberano do país e Isabel tornou-se uma grande empresária. 

De acordo com os documentos vazados, a fortuna de Isabel teria sido construída através de contratos públicos facilitados pelo governo e vantagens fiscais. Ela ainda foi indicada para gerir uma das maiores estatais de Angola. Durante o período à frente do cargo, foi logo acusada de gestão fraudulenta, já que indicou mais portugueses que angolanos para as funções. 

A fortuna de Isabel contrasta com a vida do povo de Angola, onde cerca de um terço da população ainda sobrevive com menos de R$ 10 por dia. A empresária alega está sendo vítima de perseguição política do atual governo. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *