Fux suspende Juiz de Garantias e recebe crítica de Maia

Nesta quarta-feira (22), o ministro do Supremo Tribunal Federal,  Luiz Fux suspendeu por tempo indeterminado a implantação do Juiz de Garantias. O novo cargo havia sido estabelecido pelo pacote anticrime, aprovado no Congresso e sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro em dezembro. A decisão irá valer até a análise do plenário sobre o tema.

Após a divulgação da suspensão, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia  (DEM-RJ) se pronunciou sobre a decisão de Fux. Ele declarou que a suspensão é desnecessária e desrespeitosa com o Parlamento. “Eu acho que a decisão do ministro Fux é desnecessária e desrespeitosa com o Parlamento brasileiro e com o governo brasileiro, com os outros Poderes”, declarou.

De acordo com Maia, após um primeiro semestre turbulento em 2019, o Executivo, Legislativo e o Judiciário haviam conseguido estabelecer uma relação harmoniosa. Porém, a decisão do ministro do STF gerou “perplexidade, indignação” do Congresso, além de representar um mau sinal para investidores. “Não podemos entrar em fevereiro com uma boa expectativa de crescimento, com o STF dando uma sinalização muito ruim para o Brasil e para os investidores estrangeiros no nosso país”, afirmou. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *