Alvim alega desconfiar de ação satânica em sua demissão

O ex-secretário da Cultura, Roberto Alvim compartilhou uma mensagem em grupos do WhatsApp, em que afirma desconfiar de “ação satânica” em sua demissão. Ele foi exonerado na última sexta-feira (17) do Governo. O diretor de teatro havia publicado um vídeo em que fez referência a trechos de um discurso de Joseph Goebbles, ministro da Propaganda de Hitler. 

Confira a mensagem de Alvim:

“Eu, Roberto Alvim, afirmo a quem interessar possa: eu escrevi o texto do meu discurso no vídeo, a partir de várias fontes e ideias, que me chegaram de muitos lugares. Afirmo que não sabia que aquela frase tinha uma origem nazista, porque a frase em si não tinha nenhum traço de nazismo, por isso não percebi nada errado ali. Errei terrivelmente ao não pesquisar com cuidado a origem e a associações de algumas frases e ideias. Começo a desconfiar não de uma ação humana, mas de uma ação satânica em toda essa horrível história”

Com a demissão de Roberto Alvim, a atriz Regina Duarte foi convidada pelo governo para assumir a cadeira. A atriz irá dá sua resposta até a tarde desta segunda-feira (20). 

Entenda o Caso – Bolsonaro demite secretário de Cultura após citação de discurso de ministro nazista

1 Comentários

  1. UMBELINA MARIA DA CUNHA LUSTOSA
    21 de janeiro de 2020 - 7:21 am

    DEUS SABE DE TUDO E DE TODAS AS COISAS.

    Responder

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *