Ministério da Saúde alerta população sobre febre amarela

O verão está aí e com ele, várias doenças aparecem. Assim, o ministério da Saúde alerta a população das regiões Sul e Sudeste  para tomar a vacina contra a febre amarela. Nessa época do ano, aumenta o índice das notificações de casos da doenças transmitida por mosquitos silvestres. 

As regiões Sul e Sudeste vem registrando aumento nos casos da doenças. Entre julho de 2019 e janeiro de 2020, 38 mortes de macacos infectados com o vírus da febre amarela foram identificados. Entre humanos, o país registrou 327 casos suspeitos da doença. Uma morte aconteceu no Pará e ainda há 50 casos em investigação.

De acordo com o ministério da Saúde, os maiores índices da doença ocorrem nas regiões Sul e Sudeste devido a quantidade de pessoas residindo no local e ao baixo índice de vacinação. O público-alvo para a prevenção corresponde a faixa etária de 9 meses de vida a 59 anos de idade.

Antes de procurar os postos de saúde é preciso ficar atento, já que nem todas as pessoas podem receber a dose indicada. Grávidas, pacientes que fazem uso de corticoides ou quimioterapia, ou ainda fazem uso de medicamentos imunossupressores estão proibidas de realizar a vacinação. 

A vacina contra a febre amarela faz parte do Calendário Nacional de Imunização e é distribuída mensalmente  nos estados. Para este ano, o ministério da Saúde irá ampliar os serviços para mais de mil cidades do Nordeste. Cerca de 16 milhões de doses foram ofertadas em todo país, em 2019. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *