Gastos com cartão corporativo aumentam no governo Bolsonaro

Criado por Fernando Henrique Cardoso em 2020, o cartão corporativo tem como função principal realizar o pagamento de eventuais gastos da presidência. De acordo com o Portal da Transparência, em 2019  as despesas do presidente Jair Bolsonaro, pagas com o cartão representaram um aumento de 22% em relação ao ano anterior. A presidência teria gasto aproximadamente R$ 14,9 milhões no ano passado. 

Os detalhes das despesas da Presidência que tiveram o pagamento efetivado com o cartão, não estão disponíveis no portal. Apenas os valores totais foram publicados. O Planalto alega que os dados são sigilosos e que até o momento não podem afirmar se o pagamento da cirurgia estética da primeira-dama foi realizado com o benefício.

Ao acessar o site, é possível encontrar informações disponíveis desde 2013. O recorde de gastos com o cartão corporativo pertence a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), que gastou aproximadamente R$ 20 milhões em 2014. Os gastos de 2019 representam o segundo maior valor pago. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *