Décio Oddone renúncia a direção da ANP

No cargo desde 2016, Décio Oddone anunciou que renunciará a direção-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Ele sairá do cargo assim que o governo encontrar um substituto. 

Em carta divulgada, Oddone afirma ter cumprido um ciclo. Seu mandato se encerrar no fim deste ano, junto com os de outros três diretores. Ele declarou ainda que sua saída antecipada facilitará o processo do governo para nomear um substituto. 

Em sua gestão, Décio Oddone estimulou a competição no setor de combustíveis, o que contribuiu para a transformação no cenário do petróleo brasileiro, Para ele, chegou a hora de começar uma nova fase, e ajustar as decisões que já foram tomadas. 

Desde 2017, o Brasil retornou os leilões de petróleo, arrecadando assim mais de R$ 100 bilhões, ao longo de três anos. Desse valor, cerca de R$ 70 bilhões do valor arrecadado é resultado do mega leilão do pré-sal no ano passado. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *