Exportação de proteína animal bate recorde

Com o aumento das exportações de carne suína em 2019, dados positivos passaram a ser observados em outros setores da cadeia produtiva. As receitas com a carne bovina apresentaram aumento de 15,5%, chegando a US$ 7,5 bilhões em faturamento. Apesar do resultado menor, as exportações da carne de frango também apresentaram crescimento de 2,8% em relação a outros anos. Em receita, esse valor atingiu a marca de US$ 6,9 bilhões arrecadados. 

De acordo com Francisco Turra, presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal, a exportação para a China foi o maior influenciador dos resultados. “Alguém poderia perguntar ‘e as aves, qual a explicação?’. A migração do consumo de suínos para aves e também para a proteína bovina, sem dúvida alguma.”, declarou.

Durante o ano de 2019, a capital chinesa Pequim, foi responsável pela importação de 494 mil toneladas de carne bovina brasileira. O resultado foi o aumento de 26,7% no setor em comparação a 2018. Já o frango, vem mantendo o crescimento desde 2009, na abertura do mercado chinês. Foram cerca de 500 mil toneladas, chegando a 34% de crescimento. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *