Ministério da Saúde quer zerar filas de cirurgias eletivas

O Ministério da Saúde anunciou a reserva de R$ 250 milhões a mais no orçamento para cirurgias eletivas. Os procedimentos são realizados pelo Sistema Único de Saúde. O principal objetivo dos repasses é diminuir as filas para 53 tipos de tratamentos, que incluem desde catarata e vasectomia, às cirurgias de de artroplastia de quadril e joelho.

Os repasses já começa a ser realizados em janeiro. Segundo o Ministério da Saúde, a expectativa é zerar a fila de espera dos pacientes que estão na fila de espera desses procedimentos. De acordo com informações do SUS, em 2018 foram realizadas 2,4 milhões  de cirurgias eletivas em todo país. Os procedimentos fazem parte do atendimento diário oferecido à população. 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *