Após três anos, confira como estão as principais gestões municipais do Brasil

De acordo com o levantamento do portal G1, durante os três primeiros anos, os prefeitos das capitais brasileiras cumpriram apenas 39% das promessas de campanha feitas em 2016. As informações do levantamento foram baseadas nos 1.040  compromissos assumidos pelos candidatos durante o período de campanha eleitoral.

Ainda segundo a pesquisa, cerca de 25% das promessas foram parcialmente cumpridas, até este momento. Ou seja, no último ano do mandato e com o período eleitoral prestes a começar, ainda há pendências do pleito de 2016 à serem resolvidas. Trazendo para números reais, o resultado das promessas não realizadas chega a 379.

Liderando o ranking de promessas não cumpridas estão as áreas de Turismo, Mobilidade Urbana e Habitação. Em contrapartida, as áreas de Economia, Administrativa e Esportes estão entre as que mais tiveram soluções.

Confira abaixo a lista das promessas dos prefeitos das principais capitais:

São Paulo – João Dória e Bruno Covas

Ao longo de três anos de governo, foram 30 promessas cumpridas, 16 ainda sem conclusão e 34 por cumprir. Entre as promessas não realizadas está a que o próprio Dória fez, de cumprir o mandato de prefeito até o fim e a criação do Centro Integrado de Emergência. Entre as promessas realizadas, está a ampliação dos centros de combate ao racismo e a criação da Rede única de Serviços para Mulher.

Rio de Janeiro – Marcelo Crivella

Ao se candidatar à prefeitura do Rio de Janeiro, Crivella fez 30 promessas de campanha. Dessas, apenas 4 foram realizadas, 10 estão parcialmente paradas e 16 pendentes. Suas 4 promessas realizadas foram: reduzir o número de secretarias, programa de qualificação de professores, incentivo da participação de pais nas escolas da rede, investimento do dinheiro das multas na conservação das estradas e na educação.  Entre as promessas não realizadas está a aplicação de R$ 250 milhões a mais por ano na saúde e a conclusão do BRT TransBrasil. 

Belo Horizonte – Alexandre Kalil

Das 38 promessas feitas durante a campanha eleitoral, Kalil conseguiu realizar 13. Entre elas estão: triplicar o número de crianças matriculadas na pré-escola e  a criação do Fundo Municipal da Mobilidade Urbana Sustentável. Já entre os compromissos não realizados, está a vacinação de 100% da população de risco contra a dengue e a H1N1.

Porto Alegre – Nelson Marchezan

Em sua campanha Marchezan fez 16 promessas, cumprindo 12 durante os três anos de mandato. A única promessa que o prefeito deixou de realizar está relacionada a melhora dos indicadores da rede municipal de ensino da cidade.

Salvador – ACM Neto

Em seus três anos de gestão, o prefeito de Salvador, ACM Neto cumpriu 28 promessas  das 68 feitas durante o período da campanha. Entre as promessas a serem realizadas está o programa Centro de Bairro, que pretendia fortalecer e valorizar a identidade de cada área da cidade. Uma das promessas realizadas é a do atendimento social integrado, que insere todos os membros de uma mesma família em todos os projetos sociais da cidade.

Recife – Geraldo Júlio

Durante a campanha de reeleição, Geraldo Julio fez 33 promessas de campanha. Destas apenas seis foram realizadas: criação de 3 centros de comércio popular, moradia para população ribeirinha, contenção de encostas, melhorias em grandes avenidas, passe livre para estudantes do “ProUni Recife” e a criação do aplicativo “Saúde em Dia”.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *