Governo brasileiro é denunciado em comunidade internacional pela Venezuela

O chanceler Jorge Arreaza divulgou em suas redes sociais um comunicado do Ministério de Relações Exteriores da Venezuela. O documento rechaçou e denunciou perante a comunidade internacional o governo Jair Bolsonaro. No comunicado, o país vizinho denuncia a decisão de dar status de refugiados à cinco “terroristas” dissidentes das forças armadas venezuelanas. Anteriormente, eles haviam confessado participação ao ataque do Batalhão de Infantaria de Selva de Gran Sabana. No qual 120 fuzis e 9 lança-foguetes foram roubados e um militar morto. 

A chancelaria da Venezuela alegou que “Este tipo de decisão do governo brasileiro é parte da ilegal e perigosa ativação do Tratado Interamericano de Assistência Recíproca (Tiar), cujo propósito se orienta em gerar condições para uma intervenção militar na Venezuela”.

Em seu Twitter, Arreaza comentou o posicionamento “incomum” do governo brasileiro. “A República Bolivariana da Venezuela denuncia à comunidade internacional a decisão incomum do governo brasileiro de conceder status de refugiado aos cinco terroristas confessados, responsáveis pelo ataque armado ao Batalhão de Infantaria 513 do Gran Sabana”, escreveu.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *