Brasil paga dívida com a ONU e com o banco dos Brics

Até do fim de 2019, o Brasil deverá liquidar as dívidas que somam R$ 1,815 bilhão com a ONU e com o banco do Brics. Caso não realizasse o pagamento à ONU, o país perderia pela primeira vez, o direito ao voto no órgão já em 1º de janeiro.

Porém, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, não há previsão no orçamento para o pagamento das dívidas com o Banco  de Desenvolvimento da América Latina (CAF), Corporação Interamericana de Investimentos (BID Invest), Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), e Agência Internacional de Desenvolvimento (AID).  

O pagamento às duas instituições foi autorizado após a aprovação do projeto de lei que modifica o Orçamento deste ano pelo Congresso. Agora, a equipe econômica espera apenas a sanção do presidente Jair Bolsonaro para repassar os recursos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *