Fux e Moro defendem segunda instância no Dia do Combate à Corrupção

Durante a cerimônia realizada no Ministério da Justiça e Segurança Pública, nesta segunda-feira (09), o ministro da pasta Sérgio Moro e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux voltaram a defender a prisão após a condenação em segunda instância. 

Moro declarou que respeita a decisão do Supremo que derrubou a execução provisória da pena, porém  acredita que a prisão após condenação em segunda instância seja “uma instituição fundamental para a democracia.” Além disso, o ministro ainda afirmou que a prisão em segunda instância é fundamental para o combate à corrupção.

Já o ministro do STF, Luiz Fux declarou que mesmo com a decisão do Supremo em derrubar a execução provisória da pena, cabe aos juízes decidir se irão impor medidas para que os réus não respondam em liberdade. 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *